O site de RedCLARA usa cookies para te oferecer a melhor experiência possível na web.

Ao continuar a usar este site, você concorda em que armazenemos e acessemos cookies em seu dispositivo. Por favor, certifique-se de ler a Política de Cookies. Learn more

I understand

Rede Nacional de Pesquisa e Educação do Haiti será integrada a RedCLARA

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Em cerimônia a ser realizada na quinta-feira, 28 de abril de 2022, às 18h GMT, com transmissão ao vivo nos canais de comunicação das organizações envolvidas, RedCLARA e RENES, Rede Nacional de Educação Superior do Haiti, assinarão o acordo de integração do nascente RNIE à rede regional latino-americana.

Por meio da RENES, o Haiti será o primeiro país caribenho a ingressar na RedCLARA como membro ativo. Dessa forma, poderá contar com serviços de valor agregado que permitirão que alunos, professores e pesquisadores do país integrem grupos de trabalho para colaborar em temas de interesse comum, além de acessar alguns dos serviços digitais especializados mais utilizados pela comunidade acadêmica. Entre eles estão o eduroam e a federação de identidade, serviços essenciais no apoio à digitalização e desenvolvimento de instituições de ensino e pesquisa em todo o mundo.

Participarão da assintaura do acordo o Diretor Executivo da RedCLARA, Luis Eliécer Cadenas, o Diretor da Corporação Universitária para o Desenvolvimento da Internet (CUDI México), Carlos Casasús, o Secretário Geral da União de Universidades da América Latina e do Caribe (UDUAL), Roberto Escalante Semerena, o diretor da Agência Universitária da Francofonia - Caribe (AUF), Saulo Neiva, o coordenador das Universidades Públicas Regionais do Haiti (UPR), Narcisse Fievre, e o Reitor da Universidade Estatal do Haiti (UEH), Fritz Deshommes. 

Além da transmissão ao vivo pelos canais da RedCLARA no YouTube e Facebook, o evento terá tradução simultânea com canais disponíveis em espanhol, francês e inglês. A transmissão começará às 18h GMT (13h de Colômbia e México / 14h de Haiti e Chile / 15h de Brasil e Argentina).

Foto: Universidade Estatal do Haiti