O site de RedCLARA usa cookies para te oferecer a melhor experiência possível na web.

Ao continuar a usar este site, você concorda em que armazenemos e acessemos cookies em seu dispositivo. Por favor, certifique-se de ler a Política de Cookies. Learn more

I understand

22 de setembro, 2020: Nicarágua começa a transferir datos via RedCLARA

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Nicarágua e Honduras são mais dois países a estarem conectados a RedCLARA. A efetivação da conexão aconteceu nos dias 10 de junho e 18 de agosto e foi sucedida pelo início dos processos de teste e envio dos endereços IP das instituições membros de RUNBA (rede acadêmica da Nicarágua) e REDNESAH (rede acadêmica hondurenha) pelo BGP (Border Gateway Protocol) à rede de colaboração latino-americana.

A rede nicaraguense concluiu seu processo no último dia 21 de setembro, permitindo à Universidade Nacional Agrária da Nicarágua (UNA) transmitir dados através da RedCLARA. Assim se estabelece a tão esperada reconexão da Nicarágua à rede latinoamericana. “Depois de alguns anos de desconexão, a Nicarágua está reconstruindo suas alianças nacionais e internacionais para a transformação digital da educação e da pesquisa no país”, indica RUNBA em comunicado disponível em seu site.

A reconexão nos leva de volta a janeiro de 2013, quando a conclusão do projeto ALICE2 marcou a desconexão da Nicarágua da rede. Desde então, RedCLARA manteve intactos seus esforços para reconectar o país, que se fortaleceram há alguns anos com a criação da RUNBA (Rede Universitária de Banda Larga da Nicarágua). RUNBA é um programa acadêmico nacional do Conselho Nacional de Universidades para Pesquisa e Educação da Nicarágua que conecta, articula e integra as universidades do Conselho Nacional de Universidades (CNU) entre si e com o mundo. Este trabalho é realizado por meio da gestão eletrônica unificada de ferramentas proprietárias e abertas, e de uma infraestrutura tecnológica que contribua para a melhoria, eficácia e competitividade da produção científica e acadêmica do país.

“A Universidade Nacional Agrária é a primeira universidade membro da RedRUNBA que está utilizando a saída internacional da RedCLARA”, comemora RUNBA em seu site, onde acrescenta que “o link está ativo e disponível para uso por toda a comunidade universitária da UNA”.

A conexão, reconhece o comunicado, "foi possível graças à colaboração entre CNU, MINED e INATEC, em aliança com ENATREL, para consolidar a Rede Nacional de Educação e Pesquisa e conectar redes educacionais locais e em nível internacional com RedCLARA."

Para mais informação, visite RUNBA: http://www.runba.edu.ni/