O site de RedCLARA usa cookies para te oferecer a melhor experiência possível na web.

Ao continuar a usar este site, você concorda em que armazenemos e acessemos cookies em seu dispositivo. Por favor, certifique-se de ler a Política de Cookies. Learn more

I understand

Através de um circuito virtual dedicado de nível 2 (VLAN), duas organizações podem conectar suas redes como se estivessem na mesma localização geográfica, o que permite o uso dos mesmos espaços de direcionamento, tendo um maior desempenho e velocidade de transmissão. Através da colaboração entre Redes Nacionais de Pesquisa e Educação (RNPE) de diferentes partes do mundo, as VLAN podem estabelecer estes canais a nível nacional (entre distintas instituições associadas a uma mesma RNPE), latinoamericano e global. Estabelecer uma VLAN dedicada entre distintas RNPE geralmente não tem custos. Um serviço similar prestado por um provedor comercial tem custos altíssimos.

lightballs.jpg


Um exemplo de uso das VLAN é o acesso ao Large Hadron Collider (LHCONE) do CERN, que utiliza este tipo de conexões para prover acesso aos dados experimentais a instituições acadêmicas conectadas às RNPE em qualquer parte do mundo. Projetos como FIBRE (Future Internet Brazilian Environment for Experimentation) também utilizam VLAN para estabelecer conexões diretas que permitam um entorno de experimentação distribuído com outros países da região.

Para estabelecer uma conexão virtual dedicada basta entrar em contato com as instituições que se deseja conectar; se ambas estão conectadas a redes acadêmicas, somente devem contactar a sua rede nacional que, por sua vez, contactará a RedCLARA ou a seu par em qualquer parte do mundo para estabelecer a VLAN.